Terapia de Reposição Hormonal

Na fase da menopausa, na vida da mulher existem diversos sintomas indesejáveis, como a diminuição de hormônio estrogênio, o fogacho mais conhecido como “ondas de calor”, alteração de humor, aumento excessivo de peso, redução na libido, até mesmo depressão e diversos outros sintomas.

Ou seja, são diversos sintomas e sinais que podem afetar na vida da mulher, às vezes podendo ser tão excessivos que a grande maioria procura tratamentos para parar ou diminuir esses sintomas.

Terapia de Reposição Hormonal

Terapia de Reposição Hormonal. (Imagem: Divulgação)

Como combater os sintomas

É fato também que, como na maioria dos sintomas indesejáveis de muitas doenças, pode haver uma mudança de hábitos da parte da mulher para evitar esses sintomas em excesso, como manter uma alimentação balanceada rica em soja, alimentos integrais e sementes e pobre em gorduras, assim como manter atividades físicas que podem minimizar o excesso dos sintomas.

Mas em alguns casos essas mudanças não são o suficiente para melhorar a vida da mulher e diminuir os sintomas indesejáveis, nesses casos os tratamentos à base de hormônio acabam sendo NECESSÁRIOS.

Quando a reposição hormonal é indicada?

A terapia de reposição hormonal, além de ajudar a mulher a enfrentar a menopausa de forma natural, ainda pode prevenir doenças como doenças cardíacas e osteoporose. É indicado iniciar esse tratamento de reposição de hormônio 8 anos após o início da menopausa, para isso você deverá estar ligada no seu corpo.

Como ela é feita

A terapia de reposição hormonal é recomendada ser feita sempre com o acompanhamento e a orientação do ginecologista para as mulheres e endocrinologista ou urologista para os homens. Nas mulheres, o tratamento consiste na reposição do estrógeno, que pode ser por gel ou adesivo (transdérmica). Já nos homens a reposição é feita através do testosterona, que pode ser feito de diferentes formas.

Menopausa, o que é?

A menopausa é um processo natural que ocorre na vida de todas as mulheres, menopausa é nome dado ao último ciclo menstrual da mulher, ocorre devido ao esgotamento de óvulos e, consequentemente, o fim dos ciclos menstruais e ovulatórios, o que sucede a menopausa é o climatério. A menopausa deve ser encarada com naturalidade por parte da mulher, mas quando acontece o caso de reposição hormonal, é dada pelos seguintes sintomas:

* Fogacho, conhecido como “ondas de calor”

* Aumento de peso

* Insônia

* Suor

* Secura vaginal

Terapia de Reposição Hormonal

Terapia de Reposição Hormonal. (Imagem: Divulgação)

* Tonturas

* Menstruação irregular

* Mudança de humor

* Redução na libido

* Entre diversos outros sintomas indesejáveis que resultam na reposição hormonal como forma de “tratamento”.

Nesses casos não se desespere!

Procure a ajuda de um profissional que irá orientá-la e ajudá-la a encarar esse processo de forma natural, a reposição hormonal não é nenhum bicho de sete cabeças, é um processo simples que irá facilitar sua vida caso você esteja passando por essa série de sintomas inconvenientes, incômodos e indesejáveis.

Quem não consegue fazer a reposição hormonal

Como já foi explicado, reposição hormonal é a reposição de estrogênio no corpo da mulher, vale também lembrar que o tratamento tem como finalidade aliviar os sintomas incômodos e não de acabar com o processo da menopausa, esse é um processo natural que todas as mulheres são submetidas a passarem. Mulheres que retiraram o útero, as trompas ou os ovários não devem fazer a terapia de reposição hormonal.

Recomendados para você: